Meu peludo está comendo cocô! Como faço pra evitar?

October 15, 2017

Quando as mamães caninas cuidam dos seus bebês, elas consomem intencionalmente as fezes da cria para o cheiro não atrair predadores e para manter o ninho limpinho. Nessa situação específica, a coprofagia é esperada e desejável.

As mamães caninas consomem intencionalmente as fezes da cria para não atrair os predadores com o cheiro e mantém o ninho limpo. Existem casos de coprofagia transitória. Como por exemplo os filhotes, eles são bastante curiosos e exploram o mundo com sua boca.

Em outras circunstâncias, é bem importante investigar o que pode estar acontecendo.

 

 

 

Verifique se seu cão está com vermes

Os vermes no intestino podem fazer o cachorro ingerir as fezes para recuperar alguns nutrientes que os parasitos consumiram. Com o exame coproparasitológico é possível descobrir se seu peludo apresenta verminose e também pode ajudar a identificar a espécie do parasito.

Quando a verminose é evidente, ou seja, quando é visto ali nas fezes, é preferível fazer primeiro os exames e depois vermifugar. O ideal é fazer o exame de fezes pelo menos duas vezes por ano, até porque cães que comem cocô são mais propensos a se reinfestarem com vermes.

 

Afinal, o que ele vê no cocô?

Um cachorro que consome fezes pode estar buscando nelas certos elementos:

  • Bactérias intestinais benéficas à saúde

  • Enzimas pancreáticas

  • Fibras

  • Micro elementos (nutrientes)

  • Calorias

 

Alguns cães comem fezes porque estão com fome. Estes encaram o cocô como comida que está à disposição. O apetite exacerbado pode fazer seu peludo encarar fezes com outros olhos.

 

Mudanças de manejo que inibem a coprofagia

 

  • Recolha as fezes imediatamente.

  • Chegue ao cocô antes dele. Sem fazer muito alarde, recolha as fezes após o peludo tê-lo feito.

  • Cão cansado = cão menos interessado por fezes

  • Cães mais ansiosos são mais propensos a comer cocô. Faça um passeio com seu peludo diariamente. Atividade física regular fornece estímulo físico e mental.

  • Em casa utilize brinquedos variados e estimule-o a interagir com eles. Varie os brinquedos de tempos em tempos, para ele não perder o interesse.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

November 11, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags