Como ocorre o processo inflamatório crônico em Felinos.

August 27, 2017

A célula possui diversos receptores que atuam fazendo a conexão do meio externo com o meio interno.

 

Toda vez que esses receptores são ativados ocorre faz uma conversa através de quinases que estimulam o fato NF-kB que é um fator de transcrição de genes inflamatórios,.

 

Ele vai para o núcleo da célula fazendo com que ela produza citocinas inflamatórias que produzidas irão ativar os receptores perpetuando o processo inflamatório.

 

Alguns fatores que ativam esses receptores são:

 

- Tártaro: A translocação de bastérias geram inflamação crônica

 

- Intestino Saudável: 5 de cada 10 felinos vão desenvolver doença inflamatória intestinal, e desses 5, 2 irão progredir para linfoma intestinal.

 

Os felinos a medida que vão envelhecendo vão perdendo a capacidade de digestão especialmente de alguns tipos de proteínas, então eles começam a perder massa muscular.

 

Utilizar prebióticos, probióticos e enzimas digestivas com frequência podem ajudar a evitar esses quadros.

 

- Obesidade: O tecido adiposo é um dos maiores produtores de citocinas inflamatórias resultando a um processo inflamatório crônico sistêmico.

 

Gatos obesos sempre vão apresentar resistência insuliníca e inflamação crónica que contribui para grande parte das doenças crônico degenerativas.

 

Hoje na clínica mais de 55% dos felinos estão com sobre peso ou obesos, estando praticamente diabéticos, se nós não intervimos nesse processo esses felinos irão desenvolver diabetes tipo 2 que é resistente a insulina.

 

Para evitar esses quadros é importante restringir o carboidrato da dieta dos felinos.


Carboidratos simples sem fibras com alto índice glicêmico resultam em um pico de glicemia sendo que os felinos já nasceram com resistência insulinica independente de serem obesos ou não, são animais que viviam no deserto e que desenvolveram toda a estratégia através da proteína de carne para produção da própria glicose e até da gordura.

 

Ou seja os felinos precisam de proteína de carne como principal fonte de alimento para terem uma boa saúde.

 

Quando os felinos consomem carboidratos ocorre o pico de glicemia, reagindo com as proteínas do corpo fazendo o processo de glicação avançada (caramelização do sangue) formando Ages que são extremamente inflamatórios, devido a esse processo grande parte dos felinos estão desenvolvendo problema renal, que não vem pela proteína e sim pelo excesso de carboidrato na dieta do animal.

 

Maior adipogênese, maior hipoxia e maior inflamação.

 

O tecido adiposo normal produz um hormônio que é antiinflamatório chamado Adiponectina.

 

Quando o animal está obeso o tecido adiposo incha obstruindo vasos sanguineos, fazendo hipoxia e atraindo macrófagos que irão produzir grande quantidade de citrinas inflamatórias.

 

Todo paciente obeso está inflamado e pode ficar hipertenso.

 

- Acúmulo de Toxinas: Presença de infecções que podem resultar em um processo inflamatório crónico (Fiv, Felv, Todas as viroses felinas, condições infecciosas).

 

Toda inflamação crônica ativa citrinas inflamatórias produzindo maior quantidade de radicais livres que vai estimular as metaloproteinases matrix que vão levar a profundas altercações em órgãos e sistemas do corpo.

 

Por isso é importante trabalhar o sistema inflamatório crônico dos nossos Pets.

Dra Bruna Dias Teixeira Sanchez Morales

CRMV 26.313

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

November 11, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags