POR QUE MEU GATO NÃO USA A CAIXA DE AREIA?


Os gatos têm fama de serem animais sumamente limpos e, de fato, o são. Mas há alguns que dão mais trabalho para fazer isso. É um assunto sério já que, se não mudarmos este hábito, isso pode pôr em jogo a boa convivência com o animal de estimação.

Para facilitar a vida dos donos que tem gatos que não se acostumam com a caixa de areia, separamos as informações abaixo, que pegamos de sites interessantes.

Tenho um problema: meu gato não usa a caixa de areia

Dissemos que é fundamental encontrar uma solução para que o nosso gato volte a usar a caixa de areia porque, caso contrário, a boa convivência poderia estar em risco.

Seria muito chato ter que estar constantemente atrás de nosso gato limpando suas necessidades. Acabaríamos nos estressando com ele e até o doando.

Talvez, isso pareça impossível para você, dado o vínculo que você tem com o seu animalzinho, mas melhor não colocar seu amor por ele à prova.

Se lhe serve de consolo, segundo um estudo da Universidade de Cornell (Estados Unidos), o mau uso da caixa de areia por parte do gato é o problema mais frequente que os donos deste animal têm.

Questões físicas pelas quais o gato não quer a caixa de areia

Se o seu gato, até então, vinha utilizando a caixa de areia de maneira normal, leve em conta que algo alterou o seu comportamento. Isso pode ter uma origem física.

De fato, aproximadamente 7% dos animais de estimação deste tipo têm alguma classe de doença renal que lhe faz não controlar a urina.

Um gato com problemas renais apresenta dor no momento da micção e, pelos seus gestos, você logo notará. Pode ser que, em sua mente, ele relacione ambas as coisas, caixa de areia e dor, e deixe de usá-la.

Outra possibilidade é que ele sofra de diabetes, o que lhe leva a ter uma maior frequência de micção.

Também não podemos descartar que o nosso gato tenha artrite e por isso lhe resulte mais cômodo não ter que subir na caixa de areia.

Razões psicológicas pelas quais o gato não quer usar a caixa de areia

Em algumas ocasiões, a origem do problema é uma situação que causa estresse ao animal e rompe com os seus bons hábitos.

Uma mudança de moradia, a chegada de um novo membro à família, humano ou animal, ou, inclusive, o nosso próprio nervosismo, poderá levar o gato a um estado de ansiedade que seja difícil para ele controlar onde e quando ele realiza as suas necessidades.

Neste caso, não adianta castigá-lo, isso só fará com que o estresse aumente.

Mais motivos pelos quais o gato não usa a caixa de areia

É muito habitual que o gato decida marcar seu território para que os outros animais não se aproximem.

Para ele, esta é uma maneira de dizer ao resto dos animais com os quais convive, ou que percebe nos arredores, que onde ele está urinando é seu terreno e que ninguém pode entrar nele.

Tanto os machos quanto as fêmeas fazem isso, e a solução passa a ser castrar o animal.

</